Jogue suas mãos para o céu, agradeça se acaso tiver
Alguém que você gostaria que estivesse sempre com você
Na rua, na chuva, na fazenda ou numa casinha de sapê.
 - Kid Abelha -

Era sábado, uma tarde tipicamente comum veio para mudar a minha vida, nunca mais serei o mesmo. Ao olhar para trás vi o quanto era feliz, tinha tudo o que sempre quis, mas não dava valor aos meus bens. Nunca tinha ouvido um não. Meus pais faziam tudo para serem os melhores pais do mundo. Não posso negar que foram. Eu é que não tinha limites me sentia melhor que qualquer super herói, mas não sabia que heróis também podem sangrar. E nem herói eu fui.
Mas fui vilão se olhar para a vida de quem tanto me amou, ela enxergava em mim, uma pessoa que eu não quis ser. Ela me via como um anjo, mas fui eu que estraguei sua vida. Nunca vou me perdoar por isso. Se tivesse que tirar a vida de alguém, que fosse a minha, e não a de uma jovem que tinha o mundo a conquistar.
Não sei ao certo, o que ela viu em mim, os livros favoritos dela, eu não li. Ela tinha planos sonhos eu só queria curtir a vida. Enquanto ela sonhava com a faculdade, eu pichava o muro da escola. Mas era até inacreditável o quanto que ela acredita em mim, ela enxergava que eu era capaz de alcançar meus objetivos, sem eu ao menos ter um. É duro pensar que ela era única.
Mas ela não devia estar lá, tinha dito a ela desistir, eu não era o que ela idealizava, mas ela insistiu em me doar alguns sonhos, até que diante meus olhos, ela se foi. Aquela bala era para ser minha, não podia acreditar no que tinha visto. Uma dor inexplicável chegou em meu peito e insiste em não sair, e essa dor tinha o nome de culpa.
Hoje eu vi que o mundo não gira em torno de mim, e os problemas de que me queixava não era nada, comparado a isso. Me sinto como se eu a tivesse matado, a única coisa que ela deixou foi a lista de sonhos que ela tinha feito para mim, e o primeiro deles era de aprender a me amar. Ela tinha razão eu não gostava de mim, me sentia incapaz, mas sei que ela não acreditava nisso, por ela e somente por ela, eu decidi que iria cumprir tudo o que ela havia me deixado.
Ao ver meus próximos sonhos, a duvida se eu ia conseguir era presente, mais ao lembrar que ela deu a sua vida para a realização destes, eu sentia que eu podia seguir em frente. Depois disso ela nunca mais saiu da minha vida, e nunca vou deixar que isso aconteça. Não sei bem se o que sentimos foi amor, mas apesar de trágico, foi divino.


Ficou algo parecido com o filme um amor para recordar. Esse texto foi engraçado escrever, não pensava em nada, só escrevia e foi isso aí que saiu. Escrevi um conto, para não dissertar sobre essas novas leis que estão me tirando do serio, e acabar falando o que não quero. Queria dizer aqui também que amo muito todos vocês que lerem esse texto. Beijão meu.

12 Comentários

Patrícia Azevedo disse...

rs, realmente ficou parecido com o filme Thaíse! o filme é lindo, e o seu texto também!
parabéns viu?
até o próximo post, te espero lá no meu! :)

Winny Trindade disse...

Eu li cada pedacinho... e quando terminou eu queria ler mais.

Adorei.

Abraço meu.

monizia disse...

Lindo texto! Gostei muito do blog!
Parabéns!
abraços!

Tania T. disse...

Amei o conto!!!

Não sei nem o que dizer..rsrs.. achei divino! Maravilhoso!! *-*

bjoO

Cris . disse...

Já li duas vezes enão canso,
muito bom thai, adorei.
uma história de amor trágica mais muito bonita.

Lindo.
Beijos;

Pirulita Doce disse...

Eu n lembro disso no livro n apesar que faz tempo ke assistir, mais o texto fikou realmente lindo viu? bj bj flor e depois da uma passada lá no meu okz?!

http://pirulitadoce.blogspot.com

Grafite disse...

Que fofura o blog!
adoooorei, estou seguindo... =)

beiijo,
*.*

Pelo amor ou pela dor .. ! * disse...

O filme é lindo, o teu texto também. Concordo, parabéns viw.

Continue escrevendo!

Naty Araújo disse...

Aii foi tão gostoso de ler que dá vontade de continuação.
Sério... mto bom.

Ahh e reparei no livro que vc tá lendo.. é mto bom tbm.. Show!

Beijos.
Vc tem orkut?
Te mandei um link da comu, não viu?

Isabele disse...

Nossa, lindo, lindo mesmo! Pareceu mesmo com o filme, uma emoção parecida.
Gostei do teu blog, seguindo ;*

mandy rodrigues disse...

que liindo *O*
fiz um blog a pouco tempo,da uma passadinha la,quem sabe gosta e ate segue :D

coisas-que-eusei disse...

que liiindo *O*