Se eu quero e você quer Tomar banho de chapéu
Ou esperar Papai Noel Ou discutir Carlos Gardel Então vá!
Faz o que tu queres Pois é tudo Da Lei! Da Lei!
Viva! Viva! Viva A Sociedade Alternativa
- Raul Seixas -


Raul Seixas já aclamava a tal da sociedade alternativa, onde em tese, tínhamos o direito de pensar e fazer o que quisermos. Renato Russo, já cantava e anunciava a geração Coca-Cola, onde protestava contra os líderes da sociedade atual, e dizia que iam "cuspir de volta o lixo em cima de vocês", mas ao que parece engolimos e ainda pedimos bis, do tal lixo. Esses grandes pensadores brasileiros, conseguiram enxergar muito bem a situação que vivemos e conseguiram protestar e isso, é algo admirável, pois hoje na era do conformismo, perdemos a capacidade de criticar nossas próprias atitudes, pois as dos outros, não perdemos tempo.
Augusto Cury disse que vivemos em um hospício global, é verdade, estamos realmente doentes e nossas atitudes condizem com isso. Nessa sociedade está doente, com isso passa a formar doentes e não pensadores. Parece que somos programados a consumir e querer sempre mais, somos as máquinas mais fáceis de ser manipuladas pela mídia. Se não concorda que estamos doentes, porque será que damos mais valor aos rótulos do que a natureza? Por que ser simples é tão difícil hoje em dia? Nosso sistema de ensino forma pensadores ou repetidores de ideias? Temos respostas para todas essas perguntas, pena que não são as melhores.
Tenho conhecimento das opiniões desses grandes pensadores, reconheço meus erros, me critico na medida do possível. Mas me frustro com a ideia de que pouco posso fazer. Da mesma forma que digo que estamos doentes, digo que não conheço o remédio e nem sei se realmente existe. Sei que estamos nos afundando em nossos vícios, mas pouco podemos fazer, não dá para nadar contra a correnteza. Não posso sozinha acabar com um problema que não dirige apenas a mim. Não posso sozinha tirar das pessoas os conceitos que as mesmas adotaram para a sua vida. Somos totalmente influenciados pela sociedade que vivemos, um problema que já vem de tanto tempo, não vai ser extinto apenas porque eu quero. Mas se você também quiser ainda há uma esperança.
Se Renato Russo nomeou sua geração de Coca-Cola, digo que hoje somos a geração Globo, afinal de contas, não há um cristão que não tenha ouvido falar da emissora que invadiu nossa casa e nunca mais saiu. Ela dita a forma que vivemos, diz o que precisamos ouvir para continuarmos sendo servos dela. " Globo, a gente se vê por aqui", lógico, em muitas casas o maior meio de comunicação, só transmite a tal da Globo. Não há como não ser global nesse país, afinal os ídolos estão lá e sonho de ser um grande artista também. Somos tão influenciados por ela, que até nossos horários, são marcados por seus programas.
Creio que um dia, possamos viver em uma sociedade alternativa que Raul Seixas aclamava, onde as regras são ditadas por nós mesmo, e que deixamos de ser marionetes à sermos autores da nossa própria história.

Uma super indicação, Pelo avesso blog da minha amiga linda. Entrem, super beijoos for you.

8 Comentários

Joyce Carolini disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Joyce Carolini disse...

Thaíse!

Mas que texto é esse, hein! Incrível! Cada linha. Você está certíssima. Sobre tudo e essa geração, em que alguns jovens encontram-se tão focados em bobagens.
É preciso mudar! Destacar-se e não ser só mais um no meio da multidão.

Parabéns pelo excelente texto. Merece o primeiro lugar.

Obrigada pelo comentário.

Beijo doce!

amanda s. disse...

Ameeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeei seu blog cara,lisongeada em vc ter andado no meu (:

quero dicas,viu ?
kk', bjs e criatividade SEMPRE S2

Grafite disse...

"Se eu quero e você quer Tomar banho de chapéu
Ou esperar Papai Noel Ou discutir Carlos Gardel Então vá!"

ADOREEEI!

beiijo,
*.*

Camyli Alessandra disse...

Esses caras que tu citou realmente SÃO OS CARAS!

Gabriela S. * disse...

seu blog é um amor meus parabéns vc esceve coisas muito legais ! eu adoraria que vc passasse no meu seria uma honra http://vivendonocapricho.blogspot.com/
BEIJOS,ESTOU SEGUINDO!

Cláudia Machado disse...

Adorei o seu texto. Ótimo! Realmente, estamos em uma sociedade doente, mas eu também não sei se há algum remédio. Queria viver em uma sociedade em que a natureza fosse mais importante que os rótulos. Queria que ser simples não fosse tão difícil.
Beijos

wagnercosta43 disse...

Muito bem excelente, brilhante, Parabéns!!!!!