Salas de aulas sem professores, sem lugares para sentar, sem condições dignas de educar crianças. Essa é a nossa realidade. Todos sabem que a educação é a solução dos problemas, mas o que eu vejo meus amigos, é o caos. Perguntei um dia desses a uma criança, aquela velha pergunta: "O que você quer ser quando crescer", e ela me surpreendeu dizendo: "Quero ser tudo menos professora!", e ao questiona-la, ela simplesmente respondeu porque os professores sofrem muito, com crianças travessas como ela. Uma criança me disse isso. Até agora não acredito no que ela me disse. Mas qualquer um pode perceber, até uma criancinha, que ser professor não é nem de longe a profissão mais valorizada do nosso país. O que é bem intolerável a um país de almeja chegar ao desenvolvimento.

Em Cuba, um professor recebe mais que um médico, porque lá a educação vem antes da saúde, porque eles sabem que a escola deve ser a segunda casa das crianças e dos adolescentes. Aqui no Brasil, a situação é outra. Os professores são desmotivados, não tem os materiais necessários para realizar suas aulas, os alunos que não sabem que a educação é a unica saída. Não consigo entender o porque de tantos conflitos entre professores e alunos. É aluno que mata professor por causa de uma nota baixa, é professor que joga o apagador nos alunos, ainda existe pais que incentivam o filho a não levar desaforo da escola para casa. Eu sei, isso é decadente! A relação que deveria existir entre professor e aluno era a de troca de informações, onde um poderia aprender com o outro, mas o que existe é uma guerra, onde na verdade um quer matar o outro.
Hoje as escolas brasileira estão longe de serem perfeitas, qualquer aluno sabe disso. É prova do ENEM vazando, é PROUNI que não beneficia os que deveriam. Sem falar no sistema de cotas que só serve para tapar o sol com a peneira. Me restrinjo a dizer que a solução para esses problemas seria os jovens perceber que os primeiros passos para a construção do futuro deles, são dados na escola. 

Oi meus lindos! Queria aqui agradecer a todos que acompanham e gostam do meu blog! Tento sempre retribuir cada palavra de afeto que vocês deixam no meu blog. E também queria dizer que quem me inspirou a escrever esse texto foi a Vanessa Bittencourt que numa conversa entre as moderadoras do Bk, ela teve essa ideia que eu adorei e não pude deixar de não escrever. Enfim, só posso agradecer a vocês por me motivarem sempre. Valeu! Beijão!

10 Comentários

Heloísa Paula disse...

Parabéns pelo seu post, eu gostei mto mesmo. Eu também penso assim, afinal a soluçao de todos os problemas para o desenvolvimento seria a educaçao, então "que país é esse?(8)"
Bjo

Dryka Sales disse...

Primeira vez aqui.
Adorei o texto *-*
Beijos :*

Karine Lima disse...

Adorei teu blog,
estou seguindo aqui!
visita o meu e se gostar,
siga! Um beijo.

livreelouca.blogspot.com

●๋• тнαi иαรciмєитσ disse...

Poucas pessoas ainda cultivam o sonho de ser professoras. Os que terminam num curso de licenciatura quase sempre o fazem por outras razões. Tudo isso por causa disso que você falou. Parece que qualquer coisa é melhor que ser professor...


Ainda assim encaro um curso de licenciatura com orgulho e um pouco de receio. Ainda não é possível definir ao certo como será o futuro da educação até que eu comece a atuar e depois disso. Vou na ousadia e na esperança, que é o que resta.

Kaline disse...

E olhe q o professor deveria ser a profissão mais valorizada! São eles q nos dão metade da nossa educação! Primeiro em casa e depois na escola!

Adorei o post!! *-*
E adorei de ver no meu blog! É sempre uma honra te ter por lá!!

beijos

Bianca gs. disse...

É verdade!
Mas é daí para pior.
Eu estou estudando para ser professora. Sei lá o que me deu na cabeça, mas estou!
Na faculdade os profs falam muito disso: da realidade em que se encontra a escola publica no Brasil.
É bem complicado!
Mas eu não posso desistir né.
Se não tiver mais professor ai que não vai ter mais jeito mesmo! :/
Gostei do post.
Beijos

Dayane Pereira disse...

Pra começar deveriam valorizar mais o professor. O salário deles é de dar dó.. COnheço gente que estuda letras só porque é barato , e não por amor a profissão. O mesmo pra outros cursos.. Licenciatura pela Usp é mais fácil de passar do que graduação.. enfim, as pessoas vão pela alternativa mais fácil, e a profissao desvalorizada do jeito que está, isso só soma para a educação no pais ser um lixo

ticoético disse...

A solução não é melhorar só um lado,seja o do professor ou o do aluno,é preciso aqui que trabalhem de forma a reintegrar uma relação que já foi muito bonita a tempos atrás pois,ainda lembro quando eu fazia questão de levar flores ou frutas para meus professores e mesmo depois no fundamental,tenho lembranças marcantes de professores que me ajudaram e acolheram de uma forma ímpar apenas pela satisfação de ensinar e ver evoluir quem por ali passasse,mas enfim,um belo tema e um belo texto,vai ser jornalista ora !!! hehehe

abraço !

Gêsa disse...

Educação e saúde pra mim deveriam ser as prioridades, os salários pagos aos mesmos - principalmente aos professores - não correspondem ao valor que os mesmos possuem na prática.
Não estudei no ensino regular público, mas sei como o mesmo funciona.
Quanto ao sistema de cotas sempre fui contra aos mesmo "Negros, indígenas e deficientes" essa é a forma mais estúpida de excluir, sendo que foi criada com a função oposta.

Rê Freitas disse...

Oieee
Adorei o novo poste !

Fiz um poste sobre o carnaval e acho que você vai gostar das minhas dicas, se poder passa lá e da uma lidinha, e se possível comenta o que achou!

Beijos e sucesso :D