O inesperado aconteceu, e agora o que fazer? Todos fazem a mesma pergunta. Não é nada fácil dizer adeus, mais é fácil perceber que há razões para ele ser dito. Não é de uma hora para outra que um amor acaba, e ainda não é dessa forma que ele passa a ser amizade. Ninguem que amou de verdade, que se doou por inteiro, vai aceitar tão facilmente a barreira imposta pela amizade. Posso estar completamente errada. Pelo menos é isso que eu acho. Minha total inesperiencia no assunto, me deixa essa dúvida.
A verdade é que, em qualquer relacionamento, quando o fim chega, ele precisa ter motivos, uns perdoavéis outros não, mais vale lembrar que foram motivos que levaram o fim do romance, e porque esses seriam facilmente transformados em amizade. Sejamos sensatos, se o cara diz que "não dá mais", porque insistir em uma amizade, que pode até fazer você sofrer mais com ela.
Numa visão mais critica poderia dizer que a famosa frase do "ainda podemos ser amigos", para mim, é bem claro a pena que o emissor tem ao receptor, sem fingimentos digo que se ele não quer ser teu namorado, para que diabos ele quer ser teu amigo? Faça sempre essa pergunta ao seu eu interior, antes de dizer o "tudo bem". Lembro que também amamos amigos, e você ainda irá querer amar o teu ex?
Sem dúvidas é uma situação difícil, cada caso é um caso, cabe apenas ao que vive uma situação como essa decidir seu próprio destino, mais é no minímo incerto, um romance que termina com uma traição imperdoável, se transforme numa amizade verdadeira e duradoura. Não nego que possa existir, mais não concordo com isso, se alguém que te magoou muito, quer ser teu amigo, isso explica porque hoje é raro existir amizades verdadeiras. E se ainda, a proposta for por uma amizade colorida, diga que é daltônica.
"Pra que mentir, Fingir que perdoou, Tentar ficar amigos sem rancor". Meu caro Cazuza, vejo que você está coberto de razão, não resta dúvidas que eras um gênio. Concordo plenamente com você.

Para o Blorkutando. Não ficou muito legal, mais quis escrever sobre esse tema. Desculpa a demora para postar é que eu viajei. Beijos para quem é de Beijo.

7 Comentários

Marcelle disse...

oii,vim retribuir sua visita.Também gostei bastante do seu blog e do seu texto.Deve ser mesmo muito difícil uma situação dessas neh?acho q não é fácil namoro virar amizade,mas cada caso é um caso.Tbm sou inexperiente rs.Boa sorte pra nós!Se eu ganhar vai ser meu presente de aniversário,faço 14 amanhã!

Jornal da Lulu Teen - By Luíza disse...

Passei para te convidar a participar do sorteio q está rolando lá no meu blog!!!
bjnssss ♥ ♥ ♥
Luíza
http://jornaldaluluteen.blogspot.com

Naty Araújo disse...

Boa sorte por lá, querida...
Eu gostei.. Ficou legal.

Ainda acho que a amizade, após um namoro não é 100%.. sempre fica uma barreira.

Beijos

Me disse...

estou com contigo e com o poeta cantor!
bjokas Thá!!!

lágrimas do céu disse...

Terminei um namoro recentemente e não fazia idéia da falta que sentiria dele. E lendo isso acabei de ver o quão errada fui.. Teve diversos dias que pedi sua amizade, que gostaria de conversar com ele, puxar assunto, ter novamente seu abraço. Não fiz por mal, pensei em mim e não respeitei o que ele tinha me pedido assim que rompemos: - Por favor, só não me peça para ser seu amigo. Se não sou seu namorado não quero ser mais nada .- Isso foi como uma bala certeira em meu peito, não saberia viver tão cedo sem ele. Ninguém jamais me conheceu tão bem e PRECISAVA dele do meu lado naquele momento. Sinto uma falta absurda, não vou negar, mas não é por isso que tenho direito de praticamente implorar por sua amizade. Seu ponto de vista esta completamente certo, só não entendia isso porque eu era o 'namorado mal' da história. :/

Cindy°' disse...

Oie..
vc é destaque no meu blog.
parabéns! pode pegar o selinho;
bjss

Podolski disse...

Fica aquele ressentimento, mas é vencido isso com força de vontade e tempo de convivência.

Se cuida, beeejs :D