Não que eu queria insinuar que estamos a beira do Apocalipse, questão essa muito grande para o meu pequeno entendimento, mas será mesmo que ainda temos todo um tempo incalculável pela frente? Jamais pensei que o mundo realmente acabaria em 2012, porém quando irá acabar? Poderia ser em 2022, 2212, 50.012, pelo o andar da carruagem, poderíamos ter mais bilhões de anos pela frente e que não acreditaria que iríamos ter paz, felicidade eterna.
Se somos o que fazemos, nossas atitudes devem ser repensadas, temos que assimilar que nada cai do céu e os nobres são aqueles que lutam pelos seus ideais de forma limpa, honesta, valorizando seus princípios. Mas que princípios? O que vejo, são pessoas que esqueceram que tem origens e valores conquistados de berço. E esses valores não devem ser vendidos por milhões ou por status social.
A maior questão não é o tempo em que iremos viver, mas como viveremos o tempo que nos resta. Pois, se continuarmos vivendo sem valores éticos, se vendendo para consumir, lamento admitir, mas preferia que o mundo acabasse hoje. É péssimo ter que assistir todos os dias a nossa regressão, o homo sapiens, acabou se tornando pior que os homens das cavernas, e vivem numa verdadeira selva, sem sentimentos, apenas alguns destinados a matar um leão por dia, para a sua própria sobrevivência, enquanto uns vivem protegidos pelo fogo, ou talvez pelo dinheiro.
Será que ainda temos todo esse tempo para perder? É isso que me pergunto ao ver todas as atrocidades espalhadas pelos quatro cantos do mundo. Eu respondo que não temos todo esse tempo para perder, com bobagens, sentimentos ruins e com maldades. Não precisamos sermos desumanos. Porque mesmo que a vida nos dê um longo caminho a ser percorrido, acabaremos nos matando no primeiro passo.

Ao assistir a fazenda (está ridícula essa edição), vi uma menina dizendo que não liga mais para o premio, e sim em superar cada dia que passa, fiquei pensando no que leva uma pessoa a viver assim, juro que não entendo.

6 Comentários

Bel * disse...

Realmente não temos mais tempo a perder, e concordo com vc que preferiria que o mundo acabasse hoje mesmo do que viver nele sem amor e sem Deus no coração!
Amei a sua reflexão!
beijo :*

Isabele disse...

Estava pensando exatamente nisso ontem, assim como você falou que o "fim do mundo" poderia ser daqui a bilhões de anos, pode muito bem ser amanhã, isso é algo que está além da nossa capacidade de sabermos, por isso se fala tanto em viver intensamente.

Tatiane Lemos disse...

Nossa, menina tu escreves muito...
Adoro tudo o que leio seu*

Beijos, uma linda semana!!!

Tatiane Lemos disse...

passando apenas para um grande beijo moça!!!

Até mais!

Any disse...

É...Concordo com você!
O meu tempo tá passando e eu não tenho nem um segundo que possa perder!
Bom fim de semana meu anjo!
Beijos

Mirian Brandão disse...

Amei *-*