Porque existem pessoas que odeiam hospital? Porque ainda têm pessoas que preferem morrer em casa do que se tratar em um hospital? Essa resposta é meio obvia. Porque o descaso e a falta de compaixão predomina nos grandes hospitais. E não são mais somente os públicos, mais hoje em dia os particulares também estão disparados no ranking da falta de atenção ao paciente.

Não nego meu interesse pela medicina, acho uma profissão nobre, ter o poder da cura em suas mãos é realmente encantador. A concorrencia nos vestibulares de medicina só confirmam que para ser médico precisa de muito esforço e dedicação. Mais quando os estudantes, terminam seus seis anos de preparação, acham que são deuses, e alguns, que são melhores até que Deus. Acham que são tão superiores que tem o direito de tratar da forma que quiser aqueles que são "inferiores" a ele.

O caos da saúde publica tem, pelo menos, um motivo, a falta de preparo e a corrupção dos governantes, mais utimamente, fui a um hospital particular que mais parecia um público. As enfermeiras só sabem colocar as pessoas para tomar soro e deixam lá a ver navios. Ou, se elas estiverem morrendo, só socorrem se tiverem a certeza que ela tem condições de pagar, e combram até o algodão que eles usam.

Quero muito ser médica, mais do jeito que as coisas estão, chegou a hora de dar um basta. É bom lembrar a eles, que são pessoas e não animais, e quantas pessoas iram morrer na fila de espera, ou até no parto, por conta da irresponsabilidade, imaturidade dos médicos? Chega, né!

Fiquei muito revoltada com os médicos que deixaram o bebê morrer, por conta de um briga infantil deles. Isso é tão ridiculo! Além do que presenciei no hospital que meu pai foi. Quero muito mesmo ser médica, mais quando vejo alguns tipos de médico, sinto até vergonha! Queria agradecer pelos selinhos que ganhei a semana passada, e as pessoas que estão sempre comentando meu humilde blog. Beijão a todos!

8 Comentários

Patriny Marcelle disse...

O descaso com os paciêntes é mesmo um absurdo. Onde esse país vai parar? Não sei se você lembra de um post que eu coloquei lá no I Simply a alguns meses falando sobre uma médica que quase me matou com uma pulsão lombar. Sendo que eu não passava nem perto da minigite. E olha que era hopital particular hein. Isso tudo é um absurdo.
bjos

Natalia Opazo disse...

você tem toda razão! quando eu senti a primeira vontade de ser médica (começo do ano passado) eu queria trabalhar em um hospital tipo o do House (Dr.House, seriado XD) e quando eu vejo notícias de hospitais, filas gigantes, gente morrendo, eu começo a pensar duas vezes, pensar se eu quero mesmo passar por isso... :x

beijos da Naat!:*

http://natalia-opazo.blogspot.com
http://www.limaocom-acucar.blogspot.com

Tania Girl disse...

Nossa!!!
Pude sentir que está muito chateada com tudo isso, e é pra ter razão sabia?Você tem toda razão.
bjos

Mayla disse...

Nossa!!Concordo com tudo que disse!
adorei teu post!
bjos
mah

Jana Barreto disse...

Pois é... Não é pra menos. A maioria dos convenios, publicos ou particulares, não estão mais tão interessados em exercer a função: cuidar da nossa saúde. é revoltante mesmo... Infelizmente, vivemos num mundo em que poucos que se importam com o próximo.

Manú boa morte ϟ disse...

Tem selinhdo pra vc no meu blog

http://manu-desouza.blogspot.com/2010/03/selinho.html
xoxo

●๋• тнαi иαรciмєитσ disse...

Sim, chega!
Eu também me revoltei com essa história. É uma pena que nós, sozinhos, não possamos mudar essa situação. E se você quer ser médica, vá em frente, mostre que nem todos eles não tolos e arrogantes. Boa sorte desde já!

Tem selo pra você no meu blog!
:)

ticoético disse...

concordo e apoio-te na tua decisão,uma colunista crítica de primeira está nascendo,enfim,bela.
abraço !